Bolsa De Investigação Para Mestre (Bi)

Bolsa De Investigação Para Mestre (Bi)
Empresa:

Universidade Do Minho/Centro Algoritmi



Área:

Cultura

Bolsa De Investigação Para Mestre (Bi)

Detalhes da Vaga

Encontra-se aberto concurso para a atribuição de uma Bolsa de Investigação para Mestre no âmbito do projeto de I&D Tecnologías Capacitadoras para la Asistencia, Seguimiento y Rehabilitación de Pacientes con Enfermedad de Parkinson (TECA-PARK), Referência TECA-PARK-0348_CIE_6_E, financiado pela Fundación General CSIC e pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional ? FEDER, através do Programa de Cooperación INTERREG V-A España-Portugal (POCTEP) 2014-2020, nas seguintes condições:
Área Científica: Ciências
Área Científica Específica: Ciências da Saúde ou áreas afins
Requisitos de admissão: os candidatos deverão possuir, à data de candidatura, grau de Mestre em Ciências da Saúde ou áreas afins. Será dada prioridade a candidatos com experiência prévia em projetos relacionados com neurociências ou doenças do movimento.
Plano de trabalhos: O plano de trabalhos contempla o acompanhamento da construção de uma base de dados com tratamento e extração autónoma de caraterísticas diferenciadoras dos sintomas motores associados ao Parkinson. Acompanhamento de ensaios.
Legislação e regulamentação aplicável: Estatuto do Bolseiro de Investigação; Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P. - em vigor
Local de trabalho: O trabalho será desenvolvido Centro de Investigação ALGORITMI da Escola de Engenharia da Universidade do Minho, sob a orientação científica do Professor Doutor Nélson Costa, em Guimarães, Portugal.
Duração da(s) bolsa(s): A bolsa terá a duração de 3 meses, com início previsto em dezembro de 2019. A Bolsa de Investigação poderá ser, eventualmente renovável, por períodos adicionais até ao limite máximo permitido pelo projeto e/ou pela legislação aplicável.
Valor do subsídio de manutenção mensal: O montante da bolsa corresponde a ? 989,70, conforme tabela de valores das bolsas atribuídas diretamente pela FCT, I.P. no País (http://www.fct.pt/apoios/bolsas/valores).

Métodos de seleção (1): Os métodos de seleção a utilizar serão os seguintes:
a. avaliação curricular (média final de curso e área de formação), com a ponderação de 40 %;
b. experiência comprovada em projetos relacionados com neurociências ou doenças do movimento, com a ponderação de 50%;
c. entrevista 10%.
O júri reserva-se o direito de não atribuir a bolsa no caso de não se apresentarem a concurso candidatos com perfil adequado.
(1) Os candidatos com graus obtidos no estrangeiro deverão apresentar comprovativo do reconhecimento das habilitações em Portugal e conversão da classificação final neles obtida para a escala de classificação portuguesa. Aos candidatos que não cumpram esta disposição, o júri atribuirá a classificação mínima na nota do curso de licenciatura e/ou mestrado, de acordo com a escala de valores definida. Em caso de decisão favorável à atribuição da bolsa, o(a) bolseiro(a) deverá apresentar comprovativo do reconhecimento do grau com a classificação final na fase de celebração do contrato, nos termos do artigo 25º do Decreto-Lei n.º 66/2018, de 16 de agosto, que estabelece o regime jurídico aplicável aos processos de reconhecimento, requeridos após 1 janeiro de 2019.
Informação adicional disponível no Portal da Direção-Geral do Ensino Superior: https://www.dges.gov.pt/pt/pagina/reconhecimento?plid=374.

Composição do Júri de Selecção: o Júri é composto pelo presidente, o Professor Nélson Costa; pelos vogais efetivos, Professor Pedro Arezes e a Professora Paula Carneiro; e pelo vogal suplente, Professora Susana Costa.
Forma de publicitação/notificação dos resultados: Os resultados finais da avaliação serão publicitados, através de lista ordenada por nota final obtida afixada em local visível e público da Escola de Engenharia da Universidade do Minho, sendo todos os candidatos notificados através de email.
Prazo de candidatura e forma de apresentação das candidaturas: O concurso encontra-se aberto no período de 13 de novembro a 26 de novembro de 2019.
As candidaturas devem ser formalizadas, obrigatoriamente, através do envio de carta de candidatura acompanhada dos seguintes documentos: Curriculum Vitae, certificado de habilitações e outros documentos comprovativos considerados relevantes.
As candidaturas deverão ser enviadas com indicação da referência do edital a que concorre em ?Assunto? par**********
Alternativamente poderão ser entregues em mão, durante o período 09:00-12:30 ou 14:00-18:00, no seguinte local:
Centro de Investigação ALGORITMI
Escola de Engenharia da Universidade do Minho
Campus de Azurém, 4804-533 Guimarães
A falta de algum dos documentos exigidos na candidatura, ou o envio/entrega da mesma para outro local que não o supra indicado, poderá implicar a exclusão desta.
Os candidatos que obtenham uma valoração inferior a 9,50 valores em qualquer dos métodos de seleção consideram-se excluídos da valoração final.

Política de não discriminação e de igualdade de acesso
A UMinho promove uma política de não discriminação e de igualdade de acesso, pelo que nenhum candidato pode ser privilegiado, beneficiado, prejudicado ou privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão, nomeadamente, de ascendência, idade, sexo, orientação sexual, estado civil, situação familiar, situação económica, instrução, origem ou condição social, património genético, capacidade de trabalho reduzida, deficiência, doença crónica, nacionalidade, origem étnica ou raça, território de origem, língua, religião, convicções políticas ou ideológicas e filiação sindical.


Fonte: Emprego_Net2


Área:

  • Educação e Cultura / Cultura

Requisitos


Conhecimentos:

  • Reabilitação